sábado, Janeiro 1

Sábado - 01.01.2011

Estranha ilusão que nos oferecemos, a de que com o calendário os dias sombrios terminam e outros chegam, soalheiros, esperançosamente melhores. Que assim não é, nunca foi ou será, sabemo-lo de sobra, e contudo deitamos foguetes, fazemos votos, bebemos champanhe, damo-nos abraços.
Quimera, sonho acordado, o momento foi de festa na imaginação. E melhor seria que este dia um de 2011caísse numa segunda, pois dava menos tempo a remoer e recordar o que de boa vontade se olvida.
Está você bem, contente, saudável e feliz? Benza-se, isto não tem a ver consigo. Comigo também não, que graças a Deus vou indo na forma do costume. Mas apiedemo-nos dos que vão ter um fim-de-semana inteiro, dois dias e sobretudo duas noites, para antecipar os medos, as agruras, as tristezas e misérias que um instante esqueceram - "Feliz Ano Novo!" - e segunda-feira os aguardam.