sábado, Maio 26

Fingimento

Sonhos e dores, contrariedades, alegrias, horas mortas, desesperos, o que foi, o que poderia ter sido, decepções e desejos, memórias, tempo esbanjado. De muito falamos, mas para nossa salvação e paz muito escondemos.
Daí que o geral das conversas tenha mais de mau teatro e diálogo de Rilhafoles, do que intercâmbio de adultos. É perda de tempo, nevoeiro, são cortinas de fumo mal soprado,  imitações toscas da dança dos paulitos.
Penso isto e digo comigo que bem é que assim seja. Deus nos livre de ouvir verdades, para guerras e discórdias já o fingimento sobra.