terça-feira, Janeiro 10

Almôndegas

Gosto de ver, aprecio o resultado, leio receitas com o entusiasmo de um concorrente ao Master Chef, mas as minhas habilitações de cozinheiro ficam abaixo das de aprendiz. Consigo, todavia, que uma meia dúzia de receitas me eleve acima dos analfabetos da culinária, e por elas receba modesto aplauso.
Como é possível que, à minha semelhança, também outros detestam esforço, mas saboreiam os cumprimentos, esta receita de almôndegas é rápida na confecção e de sucesso garantido. Fi-la pela enésima vez a semana passada, e pela enésima vez também os comensais bateram palmas e comeram tudo.

Para a massa:
- picar meio quilo de carne de vaca e meio quilo de carne de porco;
- cerca de 100 g. de pão ralado;
- 3 dente de alho esmagados;
- 2 ovos;
- 1 cálice de Vinho do Porto;
- 2 colheres de chá de cominhos em pó;
- um ramo de salsa picada;
- sal, pimenta e piri-piri a gosto.

Amassar até obter consistência. Com a massa – humedecendo ligeiramente as mãos em água -  fazer almôndegas, polvilhá-las com farinha e fritar em azeite. Depois de fritas reservá-las numa assadeira.

Para o molho:
- 1 cebola grande, picada;
- 4 dentes de alho, esmagados;
- 1 copo de vinho branco;
- 1 litro de caldo de galinha;
- 1 ramo de coentros, picado;
- 1 colher de sopa de farinha;
- piri-piri a gosto.

No azeite que ficou de fritar as almôndegas, alourar a cebola e de seguida os alhos, evitando que esturrem. Estando a cebola e os alhos alourados o suficiente, acrescentar o vinho e o caldo de galinha. Deixe ferver cerca de 5 min.
Deite o molho sobre as almôndegas na assadeira, leve ao forno (200 graus) cerca de meia hora.