sábado, Maio 2

Confusão

Há budistas e yogas que, meditando, conseguem criar na cabeça um útil e sereno vácuo. Dentro da minha, sem ponta por onde se lhe pegue, entrechocam-se o comezinho e o urgente, o sério e o banal, a conta do telefone e a previsão do tempo.

Ontem, por exemplo, adormeci a pensar em amizades; hoje, ao acordar, logo elas me ocuparam o pensamento; a tarde vai em mais de meio e continuo a perguntar-me...

Não exagero, é mesmo assim: dentro da minha cabeça, sem ponta por onde se lhe pegue...